sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Valores e Compromissos

Saudades dos tempos em que um aperto de mão selava o compromisso entre homens. Saudades dos valores que se dava quando se pedia a benção dos pais, tios, avós.
Saudades de um olhar afetivo, sem malícia.

Saudade de palavras dita com o coração que engrandeciam as pessoas.
Saudades de pessoas sinceras, fortes o suficiente para admitirem seus erros. Corrigi-los, que não joguem seus problemas nas costas de outros.

Esses valores não nos são ensinados na escola.

Aprendemos com a disciplina, respeito à vida, ao próximo.

Muitos, assim como nós, tivemos a oportunidade de crescer amparados por pelo carinho de nossos pais. Estudamos nos melhores colégios. Viajávamos nos finais de semana.

Um exemplo de que tudo isso é muito importante, mas não define o caráter de uma pessoa.
Estou me referindo a Ana Luiza dos Anjos Garcez, 45, ex-menina de rua que fazia uso de drogas, e não nasceu em berço de ouro. Não conheceu seus pais, não tem família.

Porém, os valores e compromissos estão bem intrínsecos em sua índole. É uma pessoa que respeita o próximo. Respeita os horários. Respeita a opinião das pessoas de quem ela gosta. E quando gosta, faz de tudo. É uma pessoa sensível. Apesar de às vezes parecer agressiva, mas é uma defesa, pelas dificuldades que a vida lhe impôs por viver na rua com marginais.

Esses valores e compromissos, não foram lhe ensinados.

A cada dia, aumenta minha admiração por esse ser humano – de valor.

No último sábado no ensaio técnico da Escola de Samba Mocidade Alegre no sambódromo em São Paulo, ela demonstrou esses e vários outros valores – se preocupando, ajudando, incentivando todos os integrantes da nossa ala, a dos roqueiros.

As pessoas quando a vêem, demonstra carinho, admiração, respeito.

Hoje ela orienta um grupo de crianças na iniciação do atletismo no Conjunto Desportivo Constâncio Vaz Guimarães. Projeto da Federação Paulista de Atletismo.
Temos muito que aprender com o ser humano.

10h16 da manhã. Primeiro dia de fevereiro de 2008. Dando seqüência a planilha, fiz o “Yoga Run” na pista de atletismo. Completados 340 quilômetros nos trinta e dois dias do ano. A média esta em 10,6 quilômetros por dia.

Wanderlei de Oliveira

5 comentários:

Anônimo disse...

Caro Wanderlei, também tenho saudade desses valores, nos quais ainda acredito e tento passá-los diariamente ao meu filho. A Ana é realmente adorável e ética. Não é à toa que as crianças gostam tanto dela. E sorte a dela ter encontrado pessoas como você que a tratam com tanto respeito e que fizeram ela entender o tamanho do valor que tem. É isso.
Abs


PS - Estou adorando esse novo formato

Diário de uma separação disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

O anônimo acima sou eu, a Adriana Marmo, que treinou neste sabado de carnaval com o Caju no Ibirapuera

Harry disse...

Oi Wanderlei,

A Ana tem uma história que sem dúvida daria um grande filme...

Mas tão bonito quanto a virada de vida dada por ela, é sua atitude. Atitude essa, nobre e sincera, de acreditar e ajudar quem precisou.

O que você faz pela Ana é um exemplo vivo de amor ao próximo.

Parabéns.

Cássia disse...

Sr Wanderley

Estou precisando de um email seu de contato pois preciso de uma informação sua sobre maratona.

grata

Cássia
cassiacarvalho2006@gmail.com